Dia 44 – 20180202: National Packard Museum (Warren, OH)

Ontem, dia 2/2/18, sexta-feira, a única coisa importante que fizemos foi visitar o National Packard Museum, aqui pertinho, em Warren, OH (ao lado da maratona de danças a que assistimos um dia desses).

Segundo o seu “Site do Museu Nacional da Packard” (http://www.packardmuseum.org/),

“A Missão do Museu Nacional da Packard é preservar o Legado da Packard e prestar reconhecimento ao papel e à influência da Packard na história tanto da indústria como dos transportes americanos e mundiais através da interação com a comunidade e outros programas de extensão à sociedade dos benefícios produzidos pela empresa ao longo do tempo.

Executamos nossa missão através da operação de um museu de classe mundial que coleciona, preserva e exibe uma importante coleção de automóveis e outros artefatos, bem como de documentos de todos os tipos. O museu também promove e realiza eventos especiais que contribuem para que a Visão de “garantir que o Legado da Packard permaneça” seja executado.”

O “Legado da Packard” é construído ao redor de duas empresas:

  • The Packard Electric Company, fundada em 1890
  • The Packard Motor Car Company, fundada em 1899

Em 1890, os irmãos Packard, James e William, resolveram criar uma empresa que trouxesse eletricidade para sua região (Warren, OH). O resultado foi a fundação da Packard Electric.

Afirma o site “Packard Timeline”  (http://packardtimeline.com/index.php/28-landing-pages/17-creating-an-empire-the-rise-of-packard) o seguinte:

“A primeira linha de produtos da nova fábrica foi centrada na produção de lâmpadas elétricas, que foram usadas para transformar Warren, OH, na primeira cidade dos Estados Unidos a ter todas as suas ruas iluminadas com lâmpadas elétricas”.

A história da criação da segunda empresa, em 1899, é curiosa, e merece ser citada na íntegra, o material sendo retirado da mesma fonte anterior:

“Em 1899 o primeiro Carro Motorizado Packard foi fabricado em Ohio, numa fábrica, pertencente aos dois irmãos, que operava como subsidiária da Packard Electric, chamada New York and Ohio Company. A construção bem sucedida de um automóvel levou à criação, em 1899, da Ohio Automobile Company, que em 1902 se tornou a Packard Motor Car Company. O nascimento da nova empresa é curioso. Em 1898 os dois irmãos foram de Warren até Cleveland, para comprar um carro novo, marca Winton. [Compraram: pagaram US$ 1.000 dólares por ele.] Nas setenta milhas que constituíram a viagem de volta para Warren, o carro quebrou, em decorrência de falha elétrica. Os irmãos foram conversar com o presidente da Winton Automotive [Alexander Winston], para reclamar da falha, e este lhes disse: ‘Se vocês acham que conseguem construir um carro melhor, por que não o fazem?’ Bem, eles o fizeram.”

E assim nasceram os carros de luxo Packard, que por muito tempo concorreram com a Rolls-Royce e a Mercedes Benz nesse sofisticado nicho de mercado. Os irmãos Packard alcançaram sucesso rápido e sua empresa teve 52% das ações compradas por investidores e executivos da área de automóveis de Detroit, liderados por Henry Joy Jr.. Oportunamente a companhia passou a chamar-se “Packard-Studebaker”.

(Citação retirada da mesma fonte, “Packard Timeline”).

Um dos problemas dos carros da primeira fase da indústria automobilística era a parte elétrica, e os problemas estavam centrados na inadequação dos fios e cabos usados. Os irmãos Packard resolveram investir nisso e criaram uma outra empresa, com o nome de:

Packard-Lac Cable Company (que depois passou a se chamar Packard Electric Company)

Essa companhia desenvolveu fios e cabos para toda a indústria automobilística, alcançando grande sucesso nesse objetivo. A partir desse momento, a Packard, em si, liderada pelos dois irmãos, se concentrou no desenvolvimento de sistemas elétricos.

(Informação retirada da mesma fonte).

A grande era de sucesso dos automóveis Packard foi de 1902 até os anos 1920. Mas carros Packard continuaram a ser fabricados para o mercado de luxo até 1956, por vezes usando outros nomes.

Mas em 1915 os irmãos Packard resolveram se aposentar e venderam a Packard Electric Company para seu amigo de longa data Newton A. Wolcott.

Vide http://packardtimeline.com/index.php/28-landing-pages/22-1915-1928-finishing-strong-closing-an-era-with-record-success)

Recontar toda a história das empresas inicialmente criadas pelos irmãos Packard através dos anos 20, da Depressão, da Segunda Guerra, me levaria muito longe. O “Packard Timeline” pode ser consultado acerca desses desenvolvimentos.

A empresa original parou de manufaturar automóveis com a marca Packard em 1959. A Packard Electric continua a existir até hoje, estando globalizada e operando com diversas marcas globais.

Abaixo, algumas das fotos que tirei no museu:

Em Cortland, 2 de Fevereiro de 2018

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s